Ao vivo – François Fillon é indiciado por desvios de verbas públicas

O Candidato Les Républicains (LR) à presidência da República Francesa François Fillon, informou à justiça do país, foi indiciado por desvio de verbas públicas, receptação e abuso de bem social. A decisão é a conseqüência de um inquérito preliminar aberto pelo Ministério Público Nacional. Os procurados buscam saber se houve ou não uso de contratos de emprego fantasma quando da contratação da esposa e dos filhos do candidato, em diferentes períodos e mandatos legislativos de François Fillon. O indiciamento mostra que para os investigadores não resta dúvidas sobre o a caráter fictício dos contratos. A suspeita é de retro-comissão do salários pagos, pelo estado, aos diferentes membros da família Fillon.

Fillon, que em janeiro, quando o escândalo teve inicio, garantiu que um indiciamento poria um ponto final à sua candidatura. Confrontado com a possibilidade de um desfecho judicial desfavorável, o candidato voltou atrás da promessa de renunciar à  candidatura. Ele justificou a reviravolta se declarando perseguido por uma “justiça instrumentalizada” e que, por esta razão, ele se remeteria “ao julgamento das urnas”.

François Fillon, de acordo com a lei processual e penal francesa, ainda não é réu e beneficia de uma presunção de inocência até prova do contrário.

[jm-live-blog title=”” description=””]

Conteúdo Relacionado

Forte mobilização em Paris contra a reforma do regime de aposentadoria na França 36 dias após o início do movimento

700 mil contra o projeto de reforma das aposentadorias em mais um dia de protestos em toda a França

No 7° dia de greve integra do projeto de reforma do regime de aposentadorias na França é rejeitado pela oposição e sindicatos

Braço de ferro continua entre governo e grevistas, nos transportes, nas ruas, contra a reforma do regime de aposentadorias na França

Deixe uma resposta